Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: C:\Users\Ervas\Desktop\Ervas Londrina\arnica_arquivos\image002.jpg

Voltar ao menu principal

QUINA QUINA

 

Descrição: http://t1.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcRyrJTofN9p9rCRLv_MFmCR3uBZZU0oVhY0YcB0kBGcGHTqGqnL1g

Descrição: http://t1.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcQZp86OsfbvtTe9vy9yfBx6ffFXzPTE6q4w4CKadkRVACEhdfaK

Descrição: http://images.tray.com.br/img/img_prod/111058/180_1318_2.jpg

 

Descrição: https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/1/1c/Cinchona_officinalis_-_K%C3%B6hler%E2%80%93s_Medizinal-Pflanzen-180.jpg

 

DESCRIÇÃO: Murta-do-mato, também conhecida como quina, quina-branca, quina-de-dom-diogo, quina-de-pernambuco, quina-do-pará, quina-do-piauí, quina-quina, quineira e outros, refere-se à rubiácea Coutarea hexandra (Jacq.) K. Schum. Árvore baixa de tronco tortuoso e copa globosa, com inflorescência rósea em panícula e sendo seu fruto cápsula deiscente com sementes aladas membranosas, é planta bastante ornamental, sendo usada em paisagismo. Nativa do Brasil, de partes úmidas da Amazônia e Mata Atlântica, ocorre am várzeas aluviais da floresta pluvial e da latifoliada semidecídua, em várias regiões do país. Explorada intensamente por seu uso medicinal, é hoje árvore rara. 

INDICAÇÃO: Anemia, convalescência, febres em geral, inflamações, tônico amargo, hepaprotetor e antidiabético. 
Uso externo: queda de cabelo. 

COMO FAZER: Coloque 2 colheres de sopa para um litro de água. 
Deixe cozinhar por cerca de 10 minutos a partir do momento em que se inicia a ebulição, após esse tempo, retire do fogo e deixe repousando, tampada, por 10 minutos. Coe e está pronto para o uso. 

COMO BEBER: Tomar de 2 a 3 xícaras ao dia. 

Uso medicinal

Substitui a quina verdadeira. A casca é tônica e amarga. Contra febre intermitente, malária, paludismo, feridas e inflamações. Casca inferior: cálculos biliares e cólicas deles decorrentes.

 

 

Pedido Fone 43 3325 5103

Pedido