Voltar ao menu principal

PIMENTA DE MACACO

http://3.bp.blogspot.com/_esD6aRur2q0/SQtuqOhRvwI/AAAAAAAAEao/q5SidXkMDAo/s400/pimenta+de+macaco+es.jpg

http://www.clickmudas.com.br/media/catalog/product/cache/1/image/9df78eab33525d08d6e5fb8d27136e95/p/i/pimentademaca.jpg

http://t0.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcSKAnolr9HspdKVwUgJD1wdniBbyqNsnX8g6AKGDYNefUDxZ7RaPA

pimenta-de-macaco

 

Também Popularmente conhecida por: Pimenta-de-Nego, Esfola-Bainha.

Familia Annonaceae

Nomes populares - pimenía-de-macaco. pimenta-de-negro. pachinhos, esfola-bainha

Sinonimia botánica - Uvaría aromática Lam.. Xylopia grandiflora St. Hil.

Características morfológicas - Altura de 4-6 m, com tronco de 15-25 cm de diâmetro. Folhas simples, tomentosas em ambas as faces, de 6-14 cm de comprimento.

Ocorrência - Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso, São Paulo e Mato Grosso do Sul, no cerrado.

Madeira - Leve, mole, textura frouxa, fácil de trabalhar, de baixa durabilidade natural.

Utilidade - A madeira pode ser empregada apenas para forros e confecção de caixas leves. Seus frutos são avidamente procurados por várias espécies de pássaros, que consomem o arilo que envolve a semente. Apresenta características ornamentais, principalmente pela ;orma incomum de sua copa; pode ser empregada na arborização de ruas estreitas e no paisagismo em geral. É ótima para o plantio em áreas degradadas de preservação permanente situadas em terrenos pobres e secos.

Informações ecológicas - Planta semidecídua, heliófita, pioneira e seletiva xerófita, característica do cerrado e campo cerrado. Apresenta distribuição ampla, porém, irreguläre descontínua, ocorrendo geralmente em baixa frequência. Apesar de sua característica pioneira é bastante enta no crescimento. Sua frutificação é irregular, produzindo grande
quantidade de sementes apenas a cada 2-3 anos. Fenología - Floresce até duas vezes por ano. porém com maior intensidade nos meses de setembro-novembro. A maturação dos frutos, por conseguinte, ocorre também em duas oportunidades, porém principalmente nos meses de abril-julho.

Obtenção de sementes - Colher os frutos diretamente da árvore quando uma boa parte dos mesmos encontrarem-se abertos; isto é facilmente evidenciado pela exposição do arilo e parte interna de cor vermelha. Em seguida deixá-los por alguns dias dentro de sacos plásticos para amolecê-los e facilitar a abertura manual dos frutos fechados e remoção das sementes. Um quilograma contém aproximadamente 11.500 sementes. Sua viabilidade em armazenamento é inferior a 2 meses. 

Produção de mudas - Escarificar mecanicamente as sementes antes da semeadura para aumentar a taxa de germinação. Em seguida semeá-las em canteiros contendo substrato organo-arénoso. Cobri-las com uma leve camada de substrato peneirado e irrigar duas vezes ao dia. O desenvolvimento das mudas é lento, podendo ser levadas para plantio no local definitivo em 9-11 meses. O desenvolvimento das plantas no campo é também lento.

As sementes são difusivas estimulantes e carminativas.

Chá de pimenta de macaco combate a diarreia e trata infecção intestinal

Além do chá de pimenta de macaco, através do preparo de banhos com a mesma planta, feridas e infecções na pele podem ser tratadas

Com nome bastante curioso, a planta conhecida como pimenta de macaco possui muitas propriedades que podem ser aplicadas à medicina natural, o que acarreta na resolução de muitos problemas de saúde. Nesse sentido, as partes utilizadas são as folhas e os frutos.

Essa é uma espécie que possui semelhança com um arbusto e que dificilmente ultrapassa um metro de altura. Ela possui folhas verdes, oblongas, agudas, irregulares e redondas na base. Já os frutos são bagas que possuem formato de ovo em forma de espiga, com sabor muito acre e picante.

A pimenta de macaco é uma planta que pertence à família das Piperaceae. Dependendo do local onde ela é encontrada, pode ser conhecida por vários outros nomes, a exemplo de aperta-ruão, pimenta-longa, aduncum, tapa-buraco, pimenta-de-fruto-ganchoso, jaborandi-do-mato, erva-de-jaboti, matico-falso e falso-jaborandi.

Chá de pimenta de macaco combate a diarreia e trata infecção intestinal

Foto: Reprodução/Wikimedia Commons

Propriedades medicinais da pimenta de macaco

Cada parte da planta possui uma indicação específica, mas levando em consideração toda a planta, ela possui propriedades adstringente, antiofídica, colagoga, diurética, resolutiva e tônica do útero. Por isso, antes de aplicá-la a qualquer tratamento, o mais indicado é que o médico seja consultado.

Esse profissional indicará, inicialmente, se o paciente pode usar a planta, a dosagem e a parte mais propícia para o tipo de problema de saúde que ele desenvolve. Ele também vai tomar os cuidados necessários para que nenhuma reação indesejada acometa o paciente, piorando, assim, o estado de saúde.

Doenças combatidas pela planta

A planta pode ser usada para solucionar casos diarreia, problemas de mau hálito, moléstias do fígado, infecções intestinais e hemorragias. Através do preparo de banhos, feridas e infecções na pele podem ser tratadas. A planta também é indicada para acabar com a retenção de líquidos pelo corpo.

Chá de pimenta de macaco

Uma das formas mais comuns de usar a planta nos tratamentos de saúde é através do preparo do chá de pimenta de macaco. Essa receita combate as hemorróidas, diarreia e as moléstias do fígado.

Para isso você vai precisar de 200 ml de água filtrada e uma colher (de sopa) da erva seca. Coloque a água para ferver em uma panela com tampa. Assim que começar a borbulhar, desligue o fogo e acrescente a erva.

Para continuar com os passos seguintes, você vai precisar deixar a erva em infusão por cerca de 10 minutos. Passado esse tempo, use uma peneira para remover a erva e deixar apenas o líquido. A indicação de consumo é de até três xícaras por dia.

ATENÇÃO: Nosso conteúdo é apenas de caráter informativo. Todo procedimento deve ser acompanhado por um médico ou até mesmo ditado por este profissional.

Pedido Fone: 43 3325 5103