Voltar ao menu principal

LÚPULO

 

Descrição: http://t2.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcSoP0kD07Iqwia1z3qel0V9dL38KZ3VkWPMoraXomhawaiQVE3brg

Descrição: http://t2.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcSHw-C59j5TJGVGPG40rQr9uBE2f8p5brlV-c6ZpIt4A5h2_IKP

Descrição: http://t1.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcQW6ZX4YGL0t8VnqcbqqEnsOHg6MNDxRXCl1MoU2UwK8US6WRs7

Descrição: http://t0.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcSw-GRxpu-yW6zL0coryOcYqt0lJb2aGi4L9HlxgU8J3YD-xCCk

LÚPULO

Humulus lupulus

 

Descrição :   da família das Moráceas, também conhecida como pé de galo e engatadeira. Trepadeira cujos exemplares femininos produzem inflorescências globulosas (com forma de pinha) quando o fruto amadurece, empregadas na fabricação da cerveja (possui seu princípio aromático).

Partes Utilizadas :   (inflorescências) e o lupulino (pó amarelo que recobre as flores).

Plantio : Prefere regiões menos quentes.

Propriedades : Sedativa, digestiva, aperitiva, tônica, afrodisiaca e narcótica.

Indicações : Muito conhecido o chá de lúpulo para favorecer o sono. É útil (uso interno) em casos de enxaqueca. Aplica-se também em casos de digestão difíceis, infusão e/ou compressas. As flores feminiinas da plantas são utilizadas na fabricação da cerveja. Combate as lombrigas.

Principios Ativos : Terpenos, flavonóides e princípios amargos, lulpulina.

Toxicologia : Seu uso excessivo pode provocar náuseas.

 de tônico estomáquico : 10 gramas de tintura de cacto grandiflora, 10 gramas de tintura de espinheiro, 10 gramas de tintura de lúpulo, tomar 4 gotas 3 vezes ao dia.

Referência :

A Cura pelas Ervas e Plantas Medicinais Brasileiras - Ricardo Lainetti e Nei R. Seabra de Britto - Editora Ediouro. 1979.
Plantas que Curam - Cheiro de Mato. Sylvio Panizza - IBRASA. 1997.
CIAGRI - Banco de plantas medicinais, aromáticas e condimentares da Universidade do Estado de São Paulo.
Plantamed - Grande cadastro de plantas e ervas medicinais.

Pedido Fone: 43 3325 5103