image002

 

Voltar ao menu principal

HELICONIA ROSTRATA

Resultado de imagem para Heliconia rostrata para que serve"

 

Resultado de imagem para Heliconia rostrata para que serve"

Resultado de imagem para Heliconia rostrata para que serve"

Resultado de imagem para Heliconia rostrata para que serve"

Heliconia rostrata, também conhecida como bananeira-do-brejo, bananeira de jardim e papagaio.

Heliconia rostrata (também conhecida como bananeira-do-brejo, bananeira de jardim e papagaio), é uma planta tropical, da família botânica Heliconiaceae. O tipo de inflorescência desta planta é incomum relativamente às outras helicônias. São inflorescências pendentes, e o comprimento varia com o número de flores. As brácteas de cores vermelho, verde e amarelo, envolvem e protegem as flores, muito vistosas, de intenso e exuberante colorido e, na maioria das vezes, com tonalidades contrastantes. As flores surgem do interior das brácteas, e produzem um néctar que serve de alimento para muitos pássaros, especialmente beija-flores.

Nome Científico: Heliconia rostrata
Família:
 Heliconiaceae
Características Morfológicas:

 Planta herbácea rizomatosa, que pode medir de dois a três metros de altura. As folhas, por sua vez, também apresentam vários tamanhos. Algumas espécies possuem um rizoma subterrâneo, usado na sua propagação. Geralmente esta flor apresenta inflorescências pequenas, leves, eretas e de grande durabilidade. Já o fruto, tipo baga, possui tons verdes ou amarelos (quando imaturos) e azul-escuro (na forma adulta). Cada um abriga de uma a três sementes.
Origem: 

Neotropical, da região Nordeste da América do Sul.
Ocorrência Natural:
 

Desde o sul do México até o norte de Santa Catarina. Fora das Américas, também são anotadas nas ilhas do Pacífico Sul, como Samoa e Indonésia.

 

Originalmente a helicônia pertencia à família Musaceae, a mesma das bananeiras. Agora é a única representante da família Heliconiaceae.

Essa planta, essencialmente tropical, tem muitas variações de cores e formatos. Uma coisa é certa: é uma das maiores riquezas da flora brasileira. Acredita-se que existam hoje entre 150 e 250 espécies desta flor.

A maior parte delas distribuídas na América Tropical. Predominantemente elas ocorrem nas bordas de florestas, matas ciliares e clareiras de vegetação pioneira. Quanto ao seu desenvolvimento, tanto pode ser em locais sombreados como a pleno sol.

No Brasil há pelo menos 40 espécies assinaladas, que conforme a região do País, ganham nomes variados. As helicônias são conhecidas por bananeira-de-jardim, bananeirinha-de-jardim, bananeira-do-mato, caeté, bico-de-guará, falsa-ave-do-paraíso e paquevira, entre outros.

Ricas em néctar, suas flores são frequentemente visitadas por beija-flores