image002

Voltar ao menu principal

Dente de Leão

 

 

http://t3.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcQFvBKJcXaQ_2AFrc1mv1fbhKvs7GFc-0oeEbCy1c9-xcN-EmXz&t=1

 

http://2.bp.blogspot.com/_Ewg7WuXr9f4/S69BNG0ARmI/AAAAAAAAF8U/JHvor9GRu_g/s1600/dente+de+leao.jpg

http://4.bp.blogspot.com/_DBTOLWU0RYo/TRqpD2BokLI/AAAAAAAABHY/1qSrCQxwdgo/s1600/dente_de_leao_powerpoint_-_pequena_-_2.jpg

 

http://t2.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcRcmwYbjI8daAlXWPHT4PY7rbWjDUwZv23ywkMpAwWYQAoOOnG8zw&t=1

 

USO ENERGÉTICO:

O Dente de Leão é a erva dos sonhadores, que não conseguem realizar nada. Ajuda aos idealistas a trabalharem com ideais que não têm base na realidade, e que porisso nunca são concretizados. Traz estrutura e posicionamentos na vida mais centrados e realistas. É ótimo para quem dá mil desculpas para não conseguir concretizar seus ideais.

 

 

USO CULINÁRIO:

- O dente de leão pode ser usado em saladas.

Os antigos faziam um vinho com Dente de Leão, pois no inverno um cálice desse vinho preservava o calor e a energia do verão. Ele era tomado em pequenos cálices para manter a energia e a coragem. Esse vinho era chamado de vinho da Alegria.

Aí vai a receita: Colha uma cesta bem cheia de flores de dente de Leão, estenda as flores no sol para saírem os bichinhos e elas darem uma ligeira secada. O sol deve ser do meio dia. Misture as flores com vinho tinto seco e deixe descansar por 8 dias. Coe o vinho, misture mel em pouca quantidade e tome deliciado.

 

OUTROS USOS:

- O Dente de Leão é encontrado em tintura mãe

- Misture as flores, raízes bem lavadas e secas, e folhas de dente de leão com um bom azeite ou óleo, tipo de gérmen de trigo ou semente de uvas.

Deixe por oito dias em vidro de boca larga bem fechado, tomando sol pela manhã, e sendo agitado de vez em quando.

Em seguida coe as ervas do óleo, e terá um excelente óleo de massagem para artrite, reumatismo, torcicolo e dores musculares.

- O escalda pés de dente de leão restitui o bom humor e a alegria, além de tirar a dor no corpo.

 

Dente-de-leão tem ação diurética e é bom para a pele

Ele também conta com ação antioxidante e é benéfico para o fígado

Dente-de-leão é o nome dados a diversas plantas do gênero Taraxacum, que engloba muitas espécies, sendo que a mais comum é o Taraxacum officinale. Atualmente, essa espécie cresce espontaneamente em várias regiões de clima temperado ou subtropical do mundo.

O dente-de-leão possui enormes efeitos benefícios na desintoxicação do organismo, por ter ação diurética, melhorar o funcionamento do intestino e auxiliar nas desordens hepáticas.

Saiba mais: Retenção de líquidos e peso feminino: o que há de real nessa relação?

Principais nutrientes

O dente-de-leão possui vitamina A, importante para a visão, pele e o crescimento e vitamina K, que regula a coagulação sanguínea e possui papel importante para a saúde óssea. Ele também conta com vitaminas do complexo B, essenciais para o sistema neurológico, vitamina C, importante para o sistema imunológico, e vitamina E, que tem forte ação antioxidante.

A planta ainda conta com potássio, que é importante para a contração muscular, condução nervosa, frequência cardíaca, produção de energia e síntese de ácidos nucleicos e proteínas. O zinco, que tem efeito antioxidante, auxilia na digestão de proteínas e na disfunção sexual, principalmente em homens, o cálcio, bom para a saúde dos ossos e dentes, e o ferro, que previne a anemia e é aliado do coração, também estão presentes no dente-de-leão.

Benefícios em estudo do dente-de-leão

Efeito diurético: Diversas espécies de dente-de-leão tem sido utilizadas com diuréticas por mais de 2000 anos na medicina tradicional chinesa e medicina Ayurveda. Estudos sugerem que várias espécies de dente de leão têm sido amplamente usadas em doenças renais e urinarias para aumentar a eliminação de líquidos. Alguns especialistas afirmam que ao contrário dos diuréticos encontrados na forma de medicamento, o dente-de-leão não faz com que a pessoa perca muito potássio pela urina.

Aliado da pele: O dente-de-leão é bom para a pele porque possui vitamina A e carotenoides. A vitamina A é necessária para manter a integridade e função das células da pele e das mucosas. Além disso, o nutriente age na reparação do epitélio da pele. Alguns estudos tentaram comprovar se a vitamina A ajuda a prevenir ou tratar o câncer de pele, porém nada ainda foi comprovado.

Ação antioxidante: O dente-de-leão possui ação antioxidante e por isso age combatendo os radicais livres. Isto proporciona uma série de benefícios, como reduzir o risco de câncer, problemas cardiovasculares e também evita o envelhecimento.

Bom para o fígado: Por ter ação antioxidante, o dente-de-leão pode ser benéfico para o fígado.

Saiba mais: 7 alimentos que aquecem o corpo e protegem a saúde

Quantidade recomendada

A orientação é consumir entre duas e três xícaras de chá de dente-de-leão por dia, cerca de três colheres de sopa da raiz.

Como consumir

O dente-de-leão é uma hortaliça de sabor amargo. Podem ser ingeridas suas folhas, flores e raízes. As folhas normalmente são consumidas cruas, cozidas ou refogadas. Suas flores e raízes também podem ser consumidas cruas ou cozidas. Torradas e moídas, as raízes podem ser usadas como um substituto do café. Geralmente, o dente-de-leão é ingerido nas formas de chá, tintura e cápsula.

Caso queira ingerir um chá de dente-de-leão, utilize 1 colher de sopa de raízes para 1 xícara de água fervida previamente e abafada durante 8 a10 minutos. Coe e consuma em seguida.

Como adquirir

Nada de colher o dente-de-leão que cresce na grama, é melhor adquirir a planta em casas de produtos naturais ou de chás.

Riscos do consumo excessivo

O excesso de dente-de-leão pode causar azia e diarreia.

Fontes consultadas:

Nutricionista Daniela de Almeida, especializada em nutrição funcional e nutrição esportiva.

Nutricionista Cristiane Ruiz Durante