Descrição: http://ervasdoencas.com/index_arquivos/image002.jpg

Voltar ao menu principal

CIPRESTE

 

Descrição: http://www.vilamada.com.br/imagens/arvores/cipreste_do_mediterraneo.jpg

 

Descrição: http://www.floramata.com.br/imgs/400x350/KAIZUCA.jpg

Descrição: http://www.bonsaikai.com.br/Textosparaleitura/GuiadeCuidados/Fotos/Cipreste/Cipreste%20-%20Ao%20Natural.jpg

Descrição: http://pt.dreamstime.com/folhas-e-cones-no-cipreste-thumb1435899.jpg

 

Cupressus sempervirens L.

Nome científico: Cupressus sempervirens L.

Família: Cupressaceae.

Sinônimos botânicos: Cupressus pyramidalis Targ. Tozz., Cupressus sempervirens var. stricta Aiton.


Propriedades medicinais: adstringente, anti-séptica, calmante, cicatrizante, desodorante, diurética, inseticida, restauradora, sedativa, sudorífera.
Indicações: ansiedade, asma, atonia muscular, bronquite, disenteria, edema, espasmo, febre, fraqueza, gripe, hemorragia, hemorróida, hérnia, insônia, má circulação, menopausa, pés cansados, próstata, reumatismo, sistema circulatório, sistema reprodutivo, tensão pré-menstrual, tosse, varizes, vasoconstritora, vesícula.


CIPRESTRE CALVO

Taxodium distichum

Descrição : Da família das Pináceas. Também conhecido como cipresie-de--luisiânia, cipreste-do-brejo, pinheiro-calvo.É uma árvore grande, medindo até 40m de altura e 12m de circunferência, com caule alargado na base, casca avermelhada ou castanha, espessa e com epiderme que se desprende sucessivamente entrelaçados e constituindo copa oval, seus ramúsculos dísticos alternos, compridos, com as extremidades, caducas juntamente com as folhas, que também são dísticas, lineares, herbáceas, de 2cm, verde-claro, porém antes da queda tomando coloração amarela ou cor de laranja; cones ovóide-oblongos, lenhosos, compostos maisou menos de 12 escamas quadrangulares, aglomeradas. Sua madeira rósea ou vermelho-amarelada, frequentemente de cor salmão, é leve, macia, fácil de trabalhar, não resistindo, porém, per muito tempo, o contacto com a água, não é muito atacada por insetos, é de grão fino, raios medulares invisíveis, conhecida no comércio francês como jaux satine, e própria para obras expostas às intempéries, sendo a mais empregada na confecção de dormentes no Canadá. Quando floresce em lugar úmido, ou mesmo no charco, atinge a idade de 25 ou 30 anos, as raízes emitem, acima do solo, nodosidades que se transformam em saliências ocas, verticais e cónicas que, às vezes, medem até 3m de altura e que parecem ter uma dupla função: sustentar a árvore num meio em que lhe falta outro apoio e permitir às raízes que respirem, graças ao sistema radicular peculiar a cada uma dessas nodosidades, quando o terreno está inundado e assim não poderiam fazê-lo de outro modo. Coisas e caprichos da natureza! Cultivada como ornamental, principalmente nos Estados Unidos, servindo também para fixar o solo nos barrancos dos rios e para o revestimento de terrenos brejosos ou pantanosos, estimando-se o volume de madeira, por hectare, em 924 metros cúbicos e o crescimento anual, também por hectare, em 168 metros cúbicos; quanto à longevidade, atribuem-se-lhe a média de 3.000 anos.

Propriedades : É uma das espécies de Cipreste essencialmente medicinal, pois, sua madeira exsuda uma resina terebintácea, muito usada na cura das dores das articulações. As cascas são diuréticas, servindo também para curtume.

Principios Ativos : resina terebintácea

Contra-indicações/cuidados: não encontrados na literatura consultada. Porêm nenhuma planta deve ser consumida em excesso e nenhum tratamento deve ser feito sem orientação médica.

Efeitos colaterais: não encontrados na literatura consultada.Porêm nenhuma planta deve ser consumida em excesso e nenhum tratamento deve ser feito sem orientação médica.

Pedido Fone 43 3325 5103