image002

Voltar ao menu principal

Buchinha do Norte

 

 Formas de Pagamento

 


Veja detalhes do pagamento

 

Resultado de imagem para buchinha do norte como fazer inalação"

Buchinha do Norte é indicada para tratamento  de sinusites como um remédio natural. É só fazer um chá com uma buchinha: Ferva a água e coloque uma buchinha no copo, despeje um pouco de água fervente, tampe o copo e deixe esfriar, depois de bem fria, pingar umas gotas em cada narina pelo menos 1 vez ao dia. Tomar cuidado para não tomar o chá é tóxico, porém, para limpar as vias respiratórias é muito boa. Esta planta é nativa do Brasil, tipo trepadeira e de frutos meio que espinhentos.

Sinusite – informações sobre a doença:
Entre as várias doenças que afetam as vias respiratórias, a sinusite é uma das mais complexas pois afeta os seios da face (cavidades existentes dentro dos ossos faciais).
A cabeça pesada, a dificuldade de abertura dos olhos, e a respiração difícil são os sintomas mais comuns.
A sinusite nada mais é que a inflamação destes seios da face. Essas cavidades são preenchidas por ar e se comunicam com o nariz através de pequenos canais.
Quando um desses canais fica obstruído, sofre acúmulo de secreção purulenta e a mucosa que reveste os seios incha. Está desencadeando um processo inflamatório.
Adultos e crianças sofrem desse mal indiscriminadamente.

Sintomas
A doença pode ser confundida com uma simples gripe pela semelhança dos sintomas.
São comuns as tonturas, febre, perda de apetite, dores fortes e pulsáteis nos ossos da face, olhos avermelhados e lacrimejantes, nariz com secreção verde e amarela em grande quantidade e com cheiro forte. Algumas pessoas são mais susceptíveis à sinusite quando há mudança brusca de temperatura, passando de quente para frio. Isso independe de fatores genéticos.

Como Fazer Chá de Buchinha do Norte – Receita, Benefícios e Dicas

A Buchinha do Norte é uma planta nativa encontrada facilmente no Brasil e é também conhecida como buchinha paulista, cabacinha, purga e abobrinha do norte. Ela é conhecida por ser uma planta tóxica quando consumido em excesso, por isso é necessário cuidado ao consumi-la, sendo indicada apenas a inalação do chá.

Muitas mulheres podem usá-la como chá abortivo, sendo perigoso o seu uso indiscriminado, mas suas propriedades expectorantes, antissépticas e adstringentes ajudam a tratar alguns problemas respiratórios e outras condições médicas importantes. Confira mais detalhes, benefícios, curiosidades e como fazer chá de buchinha do Norte para melhores resultados.

Benefícios do chá de Buchinha do Norte: Para que serve?

O chá é indicado como excelente expectorante, auxiliando no tratamento de sinusite, rinite, bronquite, asma e outros problemas respiratórios. Além disso, também ajuda a tratar problemas de dores de cabeça, herpes, oftalmias, curar feridas, hematomas.

Tem propriedades vermífugas, adstringentes e antissépticas. Porém, seu consumo deve ser orientado por um profissional da saúde, por ser considerada uma planta tóxica e que pode causar reações adversas quando ingerida.

Como fazer chá de Buchinha do Norte – Receitas e como preparar

Veja a seguir as receitas mais consumidas de chá de Buchinha do Norte. Aprenda como fazer chá de Buchinha do Norte para o máximo em benefícios, sabor e propriedades.

O chá é feito com água e a planta seca, sendo necessário seu preparo por infusão. Evite incorporar outros ingredientes ao preparo, uma vez que seu consumo é via inalação.

Receita de chá de Buchinha do Norte

·         1 buchinha do Norte;

·         250 ml de água filtrada.

Modo de preparo:

Utilize a planta seca, descasque e coloque numa panela com a água. Leve ao fogo até ferver, então desligue e inale o vapor do chá, sem ingerir. 

Dicas e precauções importantes

O chá de buchinha paulista é um conhecido abortivo e, por isso, é contraindicado seu uso em caso de suspeita de gravidez. Deve-se ter todo o cuidado com o seu consumo, pois ingerir o chá de forma indiscriminada pode trazer problemas para a saúde.

Quando ingerido, ele poderá causar hemorragias internas e outros efeitos colaterais, por isso indica-se seu “consumo” apenas por inalação,  numa quantidade mínima de 25 a 30 gotas por dia. A posologia recomendada é de inalação do vapor exalado pelo chá enquanto ainda está quente. Em caso de qualquer reação adversa, consulte um médico.

Crianças devem evitar seu uso. Quando consumido em excesso pode causar irritação na mucosa e hemorragias, cólica, diarreia e náuseas. O ideal é consultar um médico antes de se automedicar inalando esse chá.

 

Maiores informações e a receita de como fazer no site: Globoonliner