Voltar ao menu principal

Arruda

 

Formas de Pagamento

 


Veja detalhes do pagamento

 

Arruda é aliada contra as varizes e diminui a ansiedade

A Arruda é da família das Rutáceas. Também chamada de Arruda fedorenta, Arruda doméstica, Arruda dos jardins, Ruta de cheiro forte.

Subarbusto de até um metro, mais ou menos, de altura. Folhas alternas, pecioladas, carnudas, glaucas, compostas. Inflorescência em umbelas. A Arruda tem flores pequenas, verde-amareladas. Seu habitat natural é em jardins por causa de suas folhas fortemente aromáticas.

está presente na arruda e que ajuda a melhorar a imunidade. O óleo essencial que contém undecanona, metilnonilcetona e metilheptilcetona também estão presentes na arruda e possuem propriedades calmantes.

A planta ainda conta com quercetina que tem propriedades analgésicas e psoraleno, que é empregado em casos de vitligo e psoríase. A alantoína, que é responsável pelo efeito cicatrizante, está presente na arruda.

Saiba mais: Elementos da natureza purificam o corpo e a mente

Benefícios em estudo da arruda

Boa contra varizes: A rutina presente na arruda é responsável por aumentar a resistência dos vasos sanguíneos, evitando rupturas. Por isso a planta é utilizada no tratamento contra varizes. Contudo, o uso da arruda deve ser tópico.

Diminui a ansiedade: A arruda possui o óleo essencial, que contém undecanona, metilnonilcetona e metilheptilcetona. Quando essas substâncias são aspiradas, elas possuem propriedades calmantes e diminuem a ansiedade.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Diminui dores: A arruda também é muito utilizada para aliviar dores de cabeça. Isto porque ela conta com o óleo essencial que contém undecanona, metilnonilcetona e metilheptilcetona, todas essas substâncias possuem propriedades calmantes ao serem aspiradas e aliviam as dores.

Quantidade recomendada

O consumo de cerca de 30 mg de arruda por dia não apresentou nenhum dano à saúde de pessoas saudáveis e que não estavam grávidas. Mais de 100 ml de óleo ou 120 gramas de folhas em um única dose pode causar problemas sérios de saúde.

Como consumir

Não beba chás, sucos ou qualquer outro alimento com a arruda, pois em excesso há risco de vômitos, sonolência, convulsões e fortes hemorragias. O consumo da arruda só pode ser feito após a orientação médica ou de um nutricionista. Após essas orientações a planta costuma ser inalada quando está na forma de óleo ou é passada na pele na forma de pomada.

Efeitos colaterais

A arruda em contato com a pele e a exposição solar pode causar bolhas na pele. Isso foi observado em pessoas que coletam a arruda fresca e também em quem esfrega a arruda fresca na pele como um repelente de insetos. O óleo volátil da arruda é irritante, podendo resultar em danos renais e degeneração hepática se ingerido.

Riscos do consumo em excesso

Ingerir mais de 100 ml de óleo de arruda ou aproximadamente 120 gramas de folhas da planta em 1 única dose podem causar uma dor gástrica violenta, vômito, e complicações sistémicas, incluindo a morte. A ingestão oral de 400 mg por kg administradas às cobaias animais foi relatada ser fatal, causando hemorragias das glândulas adrenais, do fígado, e do rim.

 

Utilidade Medicinal

A Arruda é utilizada principalmente nas regras (menstruação), suprimidas bruscamente. Seu efeito é fortemente efetivo para provocar a menstruação. Durante a gravidez a arruda tem um efeito sobre o útero estimulando as fibras musculares, provocando-lhes a contração, ocasiona uma hemorragia grave, às vezes o aborto e ate a morte.

O chá de Arruda é um ótimo calmante para os nervos. Quando aplicada em uma forte dose pode ser usada como mata piolhos assim como o pó das folhas secas serve para o mesmo fim.

O mesmo chá de Arruda é bom para lavar feridas. As folhas frescas, machucadas, aplicadas sobre feridas velhas têm um ótimo efeito cicatrizante.

FIQUE ATENTO: a Arruda é uma planta muito ativa, deve ser usada com muito CUIDADO quando for ingerida. Seu uso deve ser cuidadosamente administrado.